A Agressão Social

A agressão pode ser definida como um comportamento destrutivo ou uma confrontação em que um animal intimida outro.

 

Os cavalos tendem evitar a agressão por alguns motivos, dentre eles, podemos citar:

  • Divisão dos membros de um grupo.

  • Gasto energético.

  • Risco de lesões físicas graves.

A competição entre os cavalos também é evitada. Eles formam vínculos sociais firmes e estáveis.

Todo cavalo possui uma zona de perigo ao redor de si. Se este espaço é invadido, pode-se esperar uma resposta aversiva.

Essa zona pode ser maior ou menor, dependendo do indivíduo ou da situação.

Cavalos de sangue quente ou expostos a situações estressantes, geralmente apresentam zonas de perigos maiores.

As zonas de perigo também são alteradas conforme vínculo social dos indivíduos. Quando os cavalos são parceiros sociais permitem o acesso mútuo em suas zonas de perigo.

​Se o relacionamento entre dois equinos está bem estabelecido, a agressão social não é necessária e o subordinado respeita o cavalo dominante, de forma a evitar sempre os confrontos.

A zona de perigo é o espaço pessoal imediatamente próximo ao corpo do cavalo e ele permite a aproximação somente de pessoas ou animais que são confiáveis, que têm uma amizade estabelecida.

Toda vez que alguém entra neste espaço indevidamente, o cavalo demonstrará através de diversos sinais corporais a sua insatisfação.

 

Nas ocasiões em que estes sinais são ignorados, o cavalo se vê forçado a partir para uma forma mais evidente de demonstrar sua insatisfação. É aí que a agressão ocorre.

Em locais onde há uma superpopulação de equinos, as zonas de perigo são constantemente invadidas e as agressões se tornam mais frequentes.

É muito importante para toda pessoa que lida com equinos conhecer o comportamento natural da espécie e assim, discernir o que suas diferentes expressões corporais estão dizendo, a fim de prevenir acidentes e a agressividade.

17 de setembro de 2016

Fale conosco

Saiba mais

Siga-nos

  • w-facebook

Atenção! Para citar ou compartilhar qualquer texto, deve-se sempre indicar o autor/link direto do site.

                                       Lei de Direitos Autorais (9.610/98).