Os Padrões Comportamentais

 

Pastar ocupa quase dois terços do dia de um cavalo selvagem. Porém isso não o impede de dedicar o tempo necessário para aprofundar os vínculos sociais com seus companheiros de grupo.

 

Geralmente, o cavalo possui períodos estáveis para cada atividade, mas ele consegue adaptar seus horários facilmente às circunstâncias.

 

A Alimentação

 

Em condições naturais, os cavalos gastam a maior parte do dia pastando: 50-70% das 24 horas do dia. 

 

Ou seja, eles passam de 12 a 17 horas se alimentando!

 

Isso não é extraordinário se levarmos em consideração que o cavalo é um herbívoro que se mantém através de uma alimentação pouco energética.

 

O estômago do equino é relativamente pequeno, em relação ao seu tamanho, mas ele possui o maior e mais complexo intestino grosso de todos os animais domésticos.

 

O alimento passa relativamente depressa pelo estômago e pelo intestino delgado, porém a digestão fermentativa e a passagem através do ceco e do cólon maior podem durar dias.

O Repouso

 

Após o consumo do alimento, os cavalos selvagens adultos passam de 5 a 20% das 24 horas do dia parados em estado de vigília ou cochilando (10 a 20%).

 

Já os potrinhos, principalmente nos seus primeiros meses de vida, costumam dedicar muito mais tempo repousando.

 

Os cavalos cochilam com as orelhas viradas para o lado e relaxadas, o pescoço e a garupa baixos, os membros anteriores unidos e um dos membros posteriores dobrado, com a somente a extremidade do casco tocando o chão.

 

Eles também podem se deitar para dormir de decúbito esternal ou de decúbito lateral, sendo este último mais comum em potros.

 

A Vida Social

 

As outras atividades do cavalo correspondem aos comportamentos sociais. 

 

Portanto, ele dedica um pouco mais de duas horas por dia deslocando-se de um lugar para outro, brincando com seus companheiros de grupo e realizando o que chamamos de "toalete social".

 

A toalete social consiste em leves mordidas e esfregadas em lugares estratégicos que trazem sensação de prazer aos cavalos.

Ela tem função de higiene mútua e estreitamento dos vínculos sociais.

 
Observação:

 

O contraste entre o cavalo selvagem que passa a maior parte do seu dia pastando e o cavalo doméstico, que vive numa cocheira, alimentado por rações superenergéticas e pouco volumosas, é gigante!

 

Em alguns minutos o cavalo ingere toda a ração concentrada e geralmente a quantidade de feno fornecida é insuficiente, deixando o equino com muito tempo ocioso, predispondo-o ao tédio e ao consequente surgimento de problemas fisiológicos e comportamentais.

Setembro de 2014.

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page

Fale conosco

Saiba mais

Siga-nos

  • w-facebook

Atenção! Para citar ou compartilhar qualquer texto, deve-se sempre indicar o autor/link direto do site.

                                       Lei de Direitos Autorais (9.610/98).